Lembrando no Santo Evangelho, acaso disse o Rei Jesus, que para alimentar, vestir, visitar ou acolher seu irmão necessitado, somente se ele for de determinada religião, cor ou raça?


11.05.2017 - Nota de www.rainhamaria.com.br

Artigo publicado no site em 10.10.2015

n/d

Nota de www.rainhamaria.com.br

Por Dilson Kutscher

Como eu disse no outro artigo: A FOME não tem religião, a FOME não tem cor ou distinção de raça, a FOME não tem idade. A FOME somente tem a indiferença do coração humano, com a falta de amor com seu próximo.

Se acham que eu como cristão, que viso praticar os Ensinamentos do Rei Jesus e de Seu Santo Evangelho, poderia ver um irmãozinho com fome e ignorar este triste sofrimento, por ele ser de outra religião ou raça, pois, no meu coração cristão, primeiro vem a palavra ”próximo”. Palavra essa, que os verdadeiros cristãos, que tentam viver o Santo Evangelho, deveriam ter gravada em seus corações.

"Jesus respondeu-lhe: O primeiro de todos os mandamentos é este: Ouve, Israel, o Senhor nosso Deus é o único Senhor; amarás ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, de toda a tua alma, de todo o teu espírito e de todas as tuas forças. Eis aqui o segundo: Amarás o teu próximo como a ti mesmo. Outro mandamento maior do que estes não existe". (São Marcos 12, 29-31)

Afinal, o que vós diz a Palavra de Deus, e contra ELA ninguém que se declare verdadeiro cristão, temente e obediente as Leis e Preceitos do Altíssimo, pode dirtorcer ou alterar, pois...

"Ainda que alguém - nós ou um anjo baixado do céu - vos anunciasse um evangelho diferente do que vos temos anunciado, que ele seja anátema (maldito)". (Gálatas 1, 8)

No Santo Evangelho, Ensinou o Rei Jesus...

"Levantou-se um doutor da lei e, para pô-lo à prova, perguntou: Mestre, que devo fazer para possuir a vida eterna?

Disse-lhe Jesus: Que está escrito na lei? Como é que lês?

Respondeu ele: Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração, de toda a tua alma, de todas as tuas forças e de todo o teu pensamento (Dt 6,5); e a teu próximo como a ti mesmo (Lv 19,18).

Falou-lhe Jesus: Respondeste bem; faze isto e viverás.

Mas ele, querendo justificar-se, perguntou a Jesus: E quem é o meu próximo?

Jesus então contou: Um homem descia de Jerusalém a Jericó, e caiu nas mãos de ladrões, que o despojaram; e depois de o terem maltratado com muitos ferimentos, retiraram-se, deixando-o meio morto. Por acaso desceu pelo mesmo caminho um sacerdote, viu-o e passou adiante. Igualmente um levita, chegando àquele lugar, viu-o e passou também adiante. Mas um samaritano que viajava, chegando àquele lugar, viu-o e moveu-se de compaixão. Aproximando-se, atou-lhe as feridas, deitando nelas azeite e vinho; colocou-o sobre a sua própria montaria e levou-o a uma hospedaria e tratou dele.

n/d

No dia seguinte, tirou dois denários e deu-os ao hospedeiro, dizendo-lhe: Trata dele e, quanto gastares a mais, na volta to pagarei.

Qual destes três parece ter sido o próximo daquele que caiu nas mãos dos ladrões?

Respondeu o doutor: Aquele que usou de misericórdia para com ele.

Então Jesus lhe disse: Vai, e faze tu o mesmo". (São Lucas 10, 25-37)

Devemos lembrar que o sacerdote e o levita eram religiosos. Esperava-se deles que fossem praticantes da palavra de Deus, pois a conheciam. Eles sabiam o que tinham de fazer, ter misericórdia do seu próximo. Já o samaritano era considerado pelos judeus um indigno e pecador.

O que diz mais na Sagrada Escritura, o que vós fala o Rei Jesus?

"Então o Rei dirá aos que estão à direita: - Vinde, benditos de meu Pai, tomai posse do Reino que vos está preparado desde a criação do mundo,porque tive fome e me destes de comer; tive sede e me destes de beber; era peregrino e me acolhestes;nu e me vestistes; enfermo e me visitastes; estava na prisão e viestes a mim".

"Perguntar-lhe-ão os justos: - Senhor, quando foi que te vimos com fome e te demos de comer, com sede e te demos de beber?
Quando foi que te vimos peregrino e te acolhemos, nu e te vestimos?
Quando foi que te vimos enfermo ou na prisão e te fomos visitar?
Responderá o Rei: - Em verdade eu vos declaro: todas as vezes que fizestes isto a um destes meus irmãos mais pequeninos, foi a mim mesmo que o fizestes". (São Mateus 25, 34 -40)
    

Acaso o Rei Jesus disse para alimentar, vestir, visitar ou acolher seu irmão necessitado, apenas se ele for de determinada religião, cor ou raça? Onde se encontra escrito isto?

Infelizmente muitos querem justificar sua falta de caridade com seu próximo, porque seus corações estão apegados aos bens materiais, e a sua cobiça aos valores financeiros. Seus corações são duros como diamantes, com raizes profundas no materialismo mundano.

"Endureceram o seu coração como um diamante, para não entenderem as instruções e as palavras que o Senhor dos exércitos lhes dirigia pelo seu Espírito, por meio dos antigos profetas. Por isso o Senhor dos exércitos indignou-se vivamente contra eles". (Zacarias 7, 12)

Disse a Irmã Dulce, o anjo bom da Bahia, que aos domingos se dirigia às favelas dos Alagados - um antigo mangue, aterrado com lixo e cheio de barracos, na Cidade de Salvador, para socorrer os necessitados. Disse ela: "Se o pobre representa a imagem de Deus, então nunca é demais o que fazemos pelos pobres. O importante é fazer caridade, não falar de caridade. Se Deus viesse à nossa porta, como seria recebido? Aquele que bate à nossa porta, em busca de conforto para a sua dor, para o seu sofrimento, é um outro Cristo que nos procura". 

Sábias e santas palavras da serva do Altissimo, Irmã Dulce: "O importante é fazer caridade, não falar de caridade". (quantos falam em caridade, mas infelizmente nada fazem para socorrer os necessitados)

Acaso a Irmã Dulce não socorreria um pobre necessitado por ser de outra religião, cor ou raça?

n/d

Diria a Santa Irmã Dulce: "Não vou lhe dar um pão, nem vou lhe dar abrigo, curar sua enfermidade, porque você é de outra religião...ou de outra raça..."

Primeiro damos o alimento e praticamos a caridade, depois falemos da Verdadeira e Única Igreja de Cristo, a Católica, para estes irmãozinhos que sofrem com a falta de amor ao próximo.

"Aos justos nasce luz nas trevas; ele é piedoso, misericordioso e justo.
O homem bom se compadece, e empresta; disporá as suas coisas com juízo; Porque nunca será abalado; o justo estará em memória eterna. Ele espalhou, deu aos necessitados; a sua justiça permanece para sempre, e a sua força se exaltará em glória". (Salmos 112)

Mas, uma outra pergunta me vem ao coração: Aqueles na Siria e no Iraque, perseguidos e executados pela espada por não renegarem ao Rei Jesus, sendo fiéis a ELE até seu último suspiro de vida. Morreram como verdadeiros "Mártires da fé", mas muitos não eram católicos, e por isto seu sacrificio e martirio foi em vão?

n/d

"Quando o Cordeiro abriu o quinto selo, vi debaixo do altar as vidas daqueles que tinham sido imolados por causa da Palavra de Deus e por causa do testemunho que dela tinham dado. Eles gritaram em alta voz: «Senhor santo e verdadeiro, até quando tardarás em fazer justiça, vingando o nosso sangue contra os habitantes da Terra?

Então foi dada a cada um deles uma veste branca...

Também lhes foi dito que descansassem ainda algum tempo, até que ficasse completo o número dos seus companheiros e irmãos que iriam ser mortos como eles". (Apocalipse 6, 9 -11)

Que o Deus Altissimo ilumine o vosso coração e vos conceda paz e sabedoria.

E, lembrai no vosso coração cristão...

"Pois o Filho do Homem veio procurar e salvar o que estava perdido". (São Lucas 19,10)

"Que vos parece? Um homem possui cem ovelhas: uma delas se desgarra. Não deixa ele as noventa e nove na montanha, para ir buscar aquela que se desgarrou?" (São Mateus 18, 12)

"O espírito do Senhor repousa sobre mim, porque o Senhor consagrou-me pela unção; enviou-me a levar a boa nova aos humildes, curar os corações doloridos, anunciar aos cativos a redenção, e aos prisioneiros a liberdade; proclamar um ano de graças da parte do Senhor, e um dia de vingança de nosso Deus; consolar todos os aflitos". (Isaías 61, 1-2)

n/d

"O Espírito do Senhor está sobre mim, porque ele me ungiu para pregar boas-novas aos pobres. Ele me enviou para proclamar liberdade aos presos e recuperação da vista aos cegos, para libertar os oprimidos". (São Lucas 4,18) AMÉM.

 

Veja também...

Sempre Lembrando: A FOME não tem religião, a FOME não tem cor ou distinção de raça, a FOME não tem idade. A FOME somente tem a indiferença do coração humano, com a falta de amor com seu próximo: Quem é o meu próximo?

 


Rainha Maria - Todos os direitos reservados
É autorizada a divulgação de matérias desde que seja informada a fonte.
http://www.rainhamaria.com.br

PluGzOne